Connect with us

Carnaval

Presidente da Colorado do Brás fala sobre o enredo “Carolina, A Cinderela Negra do Canindé” e relembra infância

Publicado a

em

Presidente Ka - Foto: Igor Cantanhede

A inspiradora biografia da escritora Carolina Maria de Jesus há muito anos já havia conquistado o carnavalesco André Machado que sonhava em realizar um grande desfile  contando sua jornada, luta e resistência porém com um pouco de magia e encantamento.

“Era um sonho antigo fazer essa homenagem à Carolina e esse é o momento certo. Em 2021, Carolina recebeu o reconhecimento da sociedade, ganhou o título de doutora Honoris Causa pela UFRJ, teve seu livro reeditado, terá toda sua obra – inédita há décadas – recuperada e publicada e ainda terá a homenagem apoteótica no Sambódromo do Anhembi”, comemora André Machado. O desfile será na sexta-feira, 22 de abril, às 00h20.

Quando André assumiu a plástica da escola de samba Colorado do Brás, em 2020, apresentou à diretoria toda a saga de Carolina vivida na favela do Canindé, mesma região da agremiação, o sucesso de seu primeiro livro “Quarto do despejo – Diário de uma favelada” e as lutas que travava por uma vida melhor trabalhando como catadora de materiais reciclados, ainda tendo que enfrentar o racismo e preconceito. O desenvolvimento do tema biográfico com um olhar de conto de fadas, com  referências dos tempos atuais, conquistou o presidente Antônio Carlos, Ká,  e, claro, todos os componentes.

“Quando André nos apresentou o tema, enquanto ele falava as ideias e contava a vida de Carolina, passou um filme na minha cabeça. Eu vivi no Canindé e estudei na escola vizinha da favela do Canindé e muitos amigos meus moravam lá. Eu frequentei muito esse ambiente, passava o dias com meus amigos, conhecia os pais dos meus amigos que trabalhavam muito, muitos como catadores de reciclados coma ela e eu compreendi tudo que André estava nos apresentando. Esse enredo tem tudo a ver comigo, com a nossa escola e nosso povo abraçou a “Cinderela do Canindé””, relembra o presidente Ká.

A obra da escritora mineira, nascida na cidade de Sacramento – MG, vendeu 3 milhões de cópias em 16 idiomas e ainda há muitos textos inéditos, romances, poesias, músicas, textos curtos que estão em acervos e que serão recuperados e publicados.

Os ensaios da Colorado do Brás acontecem aos domingos, na rua Itaqui, 141, Pari, a partir das 16hs, com o esquenta do “Pagode do Presidente” e às 18hs começa o ensaio da comunidade.

Fonte: Assessoria de imprensa Colorado do Brás

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Renato Cipriano

🧾 Jornalista - MTB 089283 🎤 Radialista - DRT 055753 📺 Crítico de Tv

Continue Lendo

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.