Connect with us

Noticias

Trader Uriel de Carvalho fala da experiência de morar em outros países

Publicado a

em

Trader Uriel de Carvalho fala da experiência de morar em outros países

A melhor forma de conhecer um determinado lugar é morando no lugar. Uriel de Carvalho cresceu em Diadema, cidade da periferia de São Paulo. Nos últimos dois anos de pandemia visitou cerca de vinte países morando em diferentes locais do mundo, entre eles, Dubai, Bali, Capadócia, Suiça, Paris e Barcelona.

“Meu sonho era viver viajando conhecendo o mundo. Mas eu sonhava alto. Nem passava pela minha cabeça viajar como mochileiro passando perrengues e em condições pouco confortáveis. Eu queria viajar o mundo comendo nos melhores restaurantes, hospedando em hotéis cinco estrelas e aproveitando o melhor de cada lugar e tudo que a vida tem de bom para oferecer”, conta Uriel.

Tudo isso foi possível pelo fato de ser o primeiro Trader Nômade brasileiro. Um viajante que trabalha enquanto se diverte. Uriel é especialista em bolsa de valores e criptomoedas. Tem a liberdade financeira de poder trabalhar em qualquer lugar do planeta sem fronteiras geográficas levando seu escritório na bagagem, mais precisamente um notebook e um celular. Trader, simplesmente é uma operação para especular ativos financeiros, desde ações, moedas como dólar e criptomoedas como o Bitcoin. São operações de muito risco e consequentemente alto retorno possibilitando lucros altos.

E foi graças a sua profissão que Uriel conseguiu morar em lugares com uma realidade totalmente diferente do Brasil conhecendo outras culturas. Na Capadócia teve a sensação de viver dentro de um cenário de filmes como a múmia, Indiana Jones e tantos outros filmes de sucesso gravados no velho oriente que aguçam o fascínio do lugar nos espectadores do mundo inteiro. A região lembrava o desenho Aladdin e a lâmpada maravilhosa que se passa na fictícia cidade árabe de Agrabah, lugar que sempre despertou seu interesse desde a infância.

“Sobrevoar a região de balão é uma aventura que nunca vou conseguir esquecer”, conta Uriel. A Capadócia é um lugar culturalmente diversificado com histórias de muitas civilizações. Com raízes baseadas na cultura árabe e uma variedade arquitetônica de mesquitas, palácios e jardins que encantam turistas de todos os cantos do planeta. “Viver em um local assim e vivenciar sua cultura, apesar de bem conhecida em filmes, mas muito distante dos costumes brasileiros, foi minha realização de um sonho de criança”, completa Uriel.

Uriel também destaca o período que morou em Paris, também conhecida como “Cidade Luz”, local que empolga turistas do mundo inteiro com a iluminação de seus prédios e monumentos. A famosa Torre Eiffel conta com uma iluminação de mais de vinte mil luzes. Mas para quem acha que o nome “Cidade Luz” se deve a iluminação urbana, vale lembrar que a cidade é berço do movimento

Iluminista, cujos ideais de liberdade, fraternidade, oposição à monarquia e controle da igreja, deram origem a denominação de “Cidade Luz”.

Paris é a segunda região urbana mais visitada da Europa ficando atrás somente de Bangcoc, capital da Tailândia. A cidade recebia antes das restrições da pandemia dezenove milhões de turistas, em média, que se misturavam com sua população de cerca de três milhões de pessoas.

“Morando na capital francesa eu tive oportunidade de conhecer uma Paris diferente da que o turista comum costuma conhecer. Mas como morador ou como turista não tem como não visitar o museu do Louvre, famoso por abrigar a obra da Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. Por causa das filas gigantescas o conselho é comprar o ingresso pelo site e chegar ao local no horário marcado da visita. Viajar para Paris e não visitar a Torre Eiffel é como ir para Nova York e não conhecer o Central Park. Perambular pelo famoso Rio Senna, que banha a cidade, é programa obrigatório e o bom que tudo pode ser feito a pé. Outra dica imperdível é a visita ao Arco do Triunfo e à charmosa Avenida Champs Elysees, outra área clássica da cidade, que também pode ser conhecida em uma agradável caminhada”, completa Uriel.

Trader Uriel de Carvalho fala da experiência de morar em outros países

Trader Uriel de Carvalho fala da experiência de morar em outros países

“Uma boa sugestão é uma área pouca explorada por turistas, mas uma das melhores vistas para a Torre Eiffel, que é a Ponte de Bir-Hakeim. E o turista não pode deixar de conhecer o Palais de Tokyo, museu de arte contemporânea. Para os apreciadores das compras, uma das áreas mais famosas é a Montaigne Avenue, com lojas de grife como Dior, Chanel, Louis Vuitton, que atraem turistas e personalidades da moda. No local ainda tem a oportunidade de conhecer um dos hotéis mais tradicionais da cidade, o Plaza Athenee”, encerra Uriel.

Em sua jornada nômade durante a pandemia Uriel seguia todos os protocolos sanitários e cumpria todas as exigências, por isso continuou viajando. Compartilha sua rotina diária, lifestyle, e ensinamentos sobre trading no seu Instagram e canal do youtuber com 83 mil inscritos onde acumula mais de 4 milhões de views. Para acompanhar mais sobre a vida de Uriel seu Instagram é https://www.instagram.com/urielshark e seu canal do Youtube é https://www.youtube.com/urielshark

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Marcus Lehman

Continue Lendo

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.