Connect with us

Noticias

Adriane Galisteu revela que escutou conselhos de Marcos Mion ao assumir “A Fazenda”

Publicado a

em

Adriane Galisteu revela que escutou conselhos de Marcos Mion ao assumir “A Fazenda” - Foto: Reprodução / Acervo Pessoal

Adriane Galisteu está no seu segundo ano como apresentadora de “A Fazenda” e afirmou que se sente mais tranquila para conversar com os participantes, além de revelar que a tensão de entrar num reality ao vivo na Record diariamente se mantem a mesma. Adriane assumiu a atração como substituta de Marcos Mion, que migrou para a Globo.

“Tenho uma tensão de apresentar esse programa pelo fato de ser tenso. A Fazenda é um programa tenso, do início ao final. Não é um programa que eu entro relaxada em nenhum momento, mas eu tive meu primeiro impacto na primeira semana do ano passado. Em duas ou três semanas, eu encontrei meu eixo“, afirmou a apresentadora durante a coletiva de imprensa.

Galisteu chegou a revelar que seu maior medo era não saber dosas opiniões e deixar escapar sua torcida pelos participantes. No entanto, Rodrigo Carelli, direto do reality elogiou sua performance: “Conversei com o Mion algumas vezes durante o programa, inclusive e encontrei meu tom. Estou mais relaxada. Chego mais familiarizada com o meu espaço, meu tamanho ali dentro, até onde eu vou, como posso me posicionar com os peões. Como vou fazer para não demonstrar minha emoção, por exemplo. Nós contamos histórias“, explicou.

Adriane Galisteu revela que escutou conselhos de Marcos Mion ao assumir “A Fazenda” - Foto: Reprodução / Acervo Pessoal

Adriane Galisteu revela que escutou conselhos de Marcos Mion ao assumir “A Fazenda” – Foto: Reprodução / Acervo Pessoal

RecordTV afirma punir participantes que falarem sobre política no reality show

A RecordTV não vai poupar punições para evitar que os participantes falem sobre política durante “A Fazenda 14“. A regra do programa já é antiga, mas o diretor da atração, Rodrigo Carelli explica que, em ano eleitoral, as discussões se tornam muito mais fervorosas, por isso, os peões foram instrídos a não entrarem no assunto de forma alguma e caso descumpram a ordem, sofreram punições cada vez piores.

“São os mesmos cuidados de sempre. Eles nunca puderam [fala sobre política], sempre foi uma das regras, inclusível passível de punição. Tem uma série de coisas que são regras”, explicou Carelli. “A punição depende da quantidade de vezes que aquela pessoa já foi punida, mas eles estão muito cientes disso. Já passamos por anos eleitorais e nunca tivemos problemas. Agora está muito mais quente, mas eles estão muito bem orientados”, afirmou o diretor.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Tiago Ghidotti

Tiago Ghidotti é formando em jornalismo, alem de ser o CEO e Redator Chefe do EGOBrazil, pode ser encontrado nas redes sociais e também pode ser encontrado através do email contato@egobrazil.com

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.