Connect with us

Entretenimento

Ex-BBB Nego Di desabafa sobre racismo após ocorrido e dispara: “Eles matam a gente”

Publicado a

em

Após o ataque terrorista e invasão a Praça dos Três Poderes, em Brasília, no último domingo (08) o ex-BBB Nego Di resolveu se pronunciar por meio de um vídeo publicado em suas redes sociais.

Bem irritado com a situação, o humorista criticou a postura das autoridades e disse que a situação ia ser bem diferente caso as pessoas que estivessem lá fossem em maioria negras.

“Tem um monte de seguidor mandando assim no direct: ‘Já pensou se fosse uns negrão (sic) fazendo essa fiasqueira que eles estão fazendo em Brasília, uns favelados, uns guris da quebrada fazendo  essa baixaria aí?’, era borracha, gás lacrimogêneo. Sabe o que eu falei? ‘Não pensei, porque a nossa galera não tem coragem de fazer isso. Porque quando é a gente, eles matam, o tratamento é diferente’”, começou ele.

O humorista prosseguiu o seu desabafo comentando sobre a morte de um homem na última semana ao ser confundido pela polícia.

“Quando é a gente, eles matam dentro do nosso próprio quintal por confundir um pedaço de pau com um fuzil. Eles matam a gente no porta-malas de uma viatura, eles matam a gente. E quando a gente tem a audácia de fazer algum tipo de manifestação porque mataram um dos nossos, eles dão uma horinha só e depois a borracha pega em todo mundo. É em criança, em idoso, família, foda-se se foi tranquilo. É para sair da rua e acabou”, desabafou.

“Eles fizeram isso no Carrefour, eu estava lá. Então, assim, independente do teu partido, da tua ideologia, você tem que entender que tem diferença no tratamento sim. Estão tratando essa galera há muito tempo como se não fossem criminosos. O que estão fazendo é crime… entendeu? Demorou para a borracha começar a pegar”, afirmou.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Marcus Lehman

Continue Lendo

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.