Connect with us

Noticias

Lucas Malta, empresário na área da saúde, explica teste antidoping

Publicado a

em

O uso de drogas, alucinógenas ou para impulsionar o rendimento, é proibido no mundo dos esportes. Para identificar se o atleta fez o uso de alguma substância proibida, é feito o exame antidoping. Caso o teste confirme que o esportista tenho consumido algo ilícito, ele pode ser punido até mesmo com suspensão das competições.

Lucas Malta, que é empresário no setor de saúde e dono de um laboratório, explica que esse exame é feito a partir de 65 ml de urina, pois é por ela que as substâncias tóxicas do nosso corpo saem. Normalmente, são tiradas duas amostras, para prova e contraprova.

“Uma amostra é analisada, enquanto a outra é guardada com segurança. Isso acontece porque, em caso de resultado positivo, o atleta pode recorrer e pedir uma segunda análise. Então, aquela amostra que estava armazenada é usada para tirar essa contraprova”, explicou.

“Nessa coleta o laboratório analisa o pH, o volume da amostra e densidade da urina. Mas, não é um laboratório comum que faz a análise; existe um indicado pela Agência Mundial Antidopagem (WADA). São exames bem específicos, pois um único não identificaria tudo que está classificado como doping. Quando é identificada uma substância proibida, o resultado é mostrado como analítico adverso”, completou.

Lucas reforça que todos os exames são feitos por pessoas treinadas e credenciadas para controlar o doping. As substâncias vetadas são divididas em quatro grupos: estimulantes, narcóticos analgésicos, diuréticos e esteroides anabolizantes. Além disso, desde 2018, podem também ser retiradas amostras de sangue dos atletas para as testagens. No exame de sangue o laboratório consegue rastrear hormônios do crescimento.

“Nós temos casos de atletas brasileiros que caíram no doping. O Cesar Cielo, por exemplo, usou um diurético em 2011 e ficou fora de um campeonato mundial. Temos ainda Giba, que o exame apontou o uso de cannabis. O Vitor Belfort também caiu no teste, que acusou o uso de testosterona. Mais tarde, ele abriu o jogo e falou que estava em um tratamento, e com os testes aprovados”, concluiu.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Marcus Lehman

Continue Lendo

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.