Connect with us

Eventos & Shows

“Não acreditavam em mim”, diz Léo Santana sobre início no Parangolé

Publicado a

em

Léo Santana arrasta torcedores para show no Ginga Itanhangá - Fotos: Roberto Filho / Brazil News

Durante o Baile da Santinha, de Léo Santana, na noite de sexta-feira (6/1) em Salvador, na Bahia, e conversou com o anfitrião. O cantor revelou que desde muito cedo sonhava em ser cantor e abriu o jogo sobre o começo da carreira. O artista compartilhou que enfrentou bastante resistência quando assumiu os vocais do Parangolé.

“Eu não nasci cantor, eu aprendi a cantar. Descobri esse dom durante meu período tocando percussão em um grupo de samba e pagode. Eu via os cantores sendo muito assediados e dizia ‘caramba, eu quero isso também’. Eu tinha 12, 13 anos, coloquei na cabeça e comecei a cantar. Pedi à minha mãe um cavaquinho, condição financeira era zero, cavaquinho de R$ 25 dividido em duas vezes. Até hoje temos ele na casa da minha mãe, do jeito que compramos ainda está lá, intacto”, detalhou Léo.

O cantor contou como foi sua chegada ao Parangolé. “O Parangolé sempre fez muito sucesso na Bahia com o antigo cantor, mas muito mesmo, de estourar um CD com 15 faixas, com todas as canções na boca do povo. Marcelo Britto resolveu retirar esse cantor e queria outro, que não era eu até então. Por intermédio de amigos em comum, me apresentaram para Marcelo e Wilson Kraychete e Marcelo de cara falou ‘quero esse menino’”.

Léo Santana arrasta torcedores para show no Ginga Itanhangá – Fotos: Roberto Filho / Brazil News

Ainda assim, Léo revelou que enfrentou resistência no Parangolé. “Muitos músicos saíram por não acreditar. Eu entendo por um lado, mas ao mesmo tempo é pesado, eles achavam que eu não ia dar certo. A banda, em um certo ponto, estava rodando muito com o antigo cantor e, quando eu entrei, deu uma abaixada”, lembra.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Marcus Lehman

Continue Lendo

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.