Connect with us

Noticias

O artista multidisciplinar Frederico Evaristo revela como se tornou um artista mundialmente reconhecido

Publicado a

em

P- Como aconteceu o primeiro convite para expor seu trabalho em outro país?

R- Na verdade eu apliquei para uma exposição na Tailândia e fui um dos aceitos entre os candidatos internacionais naquele ano.

P- Qual trabalho você apresentou nesta exposição?

R- Traces, uma videoarte que através de uma performance fala sobre o tempo, do momento em que o passado esbarra no presente e se conectam. As imagens mostram o passado mais breve alterando  a figura presente enquanto ainda permanece.

P- Quais lugares voce mais se orgulha em ter mostrado seu trabalho?

R- Hum, não há um preferido. Adorei mostrar meus trabalhos em Paris, Londres, Veneza, Hong Kong, Tailândia, Coreia do Sul, Amsterdam, algumas cidades na América do Norte, entre outros. Talvez Israel seja um lugar especial para mim, tenho uma conexão muito forte lá. A Ucrânia não sai da minha cabeça nestes últimos dias, participei de uma Bienal em Odessa e agora ver tudo isso acontecendo lá é muito chocante, muito triste.

P- Quais questões você aborda com mais frequência nos seus trabalhos?

R-Eu falo da sociedade, falo de mim, falo do que desconheço em busca de esclarecimentos, fantasias e verdades, estética e erotismo. Depende muito do acordar de cada dia.

P- Porque optou pela multidisciplinaridade?

R- Não sei, acredito que não tenha sido uma opção, sempre tento ser o mais sincero comigo mesmo, me sinto livre para tentar, experimentar e me apaixonar por diversos, tipos, técnicas, gêneros de arte.

P-Quando e onde fará uma próxima exibição do seu trabalho?

R- Fui convidado para participar de uma Art Fair na Ásia, mostrarei uma pintura em primeira mão lá.

P- Antes de mostrar no Brasil?

R- Sim, antes. Adoro mostrar meu trabalho aqui, porém recebo muito mais convites internacionais, de fato.

P- Para finalizar, tem uma dica para os novos artistas independentes? E onde podemos acompanhar seus trabalhos?

R- Para os artistas que já tem um trabalho em mãos, com um corpo de arte já bem estruturado e que ainda não sabe o que fazer, minha dica é buscar bons curadores de arte e mostrar para eles o seu trabalho. Não desanime com os nãos, é normal, leva tempo até você encontrar um bom curador que realmente entende sua arte, mas também pode rapidamente acontecer.

Questione os nãos quando for possível, assim você consegue fazer uma análise  geral e refletir sobre qual curadoria vai entender melhor a sua arte.

Aqui você me acompanha e pode conferir alguns dos meus trabalhos:

Instagram: @fredyevaristo

Website: www.fredericoevaristo.com.br

Frederico Evaristo

The Ocean The Ocean. Vizinhos Vizinhos. Fale Comigo

Prestadora de Serviços Web

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o Cosmopolitam no Google Noticias ou Cosmopolitam no Instagram.

Tiago Ghidotti

Tiago Ghidotti é formando em jornalismo, alem de ser o CEO e Redator Chefe do EGOBrazil, pode ser encontrado nas redes sociais e também pode ser encontrado através do email contato@egobrazil.com

Mais LIdas

© Todos os direitos reservados.